Quanta atenção você dá para o que os outros pensam? Reflita sem nenhum preconceito, você se importa com os comentários ou olhares alheios? Cria comparações entre você e as pessoas a sua volta?
Por mais que a gente tente se enganar, é muito comum criar comparações e expectativas. Contudo, essa postura é um veneno para a alma.

Perceba que existe uma lei universal que determina que tudo seja único. Existem coisas semelhantes, mas não iguais. Por mais que os grãos de areia se pareçam, não são iguais. Se colocar dois grãos no microscópio para analisar, verá que cada um tem suas particularidades. Assim é com tudo que existe no universo.

Com você não seria diferente. Existem outras pessoas da mesma idade, até com a aparência que lembram você. Mas alguém igual? Impossível. Nem gêmeos considerados idênticos são de fato iguais. Cada um tem um jeitinho diferente de ser, simplesmente porque somos parte do universo.

Não adianta procurar semelhança com os outros, pois não encontrará. Da mesma forma também não adianta comparar você com o modelo ideal de personalidade/corpo/comportamento que o único resultado será o sofrimento. A comparação é um veneno para a alma, pois machuca e oprime a sua realidade.

Você é o que pode ser. As pessoas são o que podem ser. As situações acontecem como podem ser. Cada ser, cada instante é único. Valorize a diversidade. Valorize as suas diferenças. São elas que lhe tornam tão especial. Você é uma joia exclusiva do universo. Não desperdice essa riqueza. Flua na abundância: pare de comparar.

error: